Notícias

APENAS DOIS ANOS EXPOSTO A RUÍDOS NO TRABALHO SÃO SUFICIENTES PARA PREJUDICAR A AUDIÇÃO

Dois anos de exposição a ruídos no ambiente de trabalho pode causar perda auditiva em trabalhadores, segundo uma pesquisa iraniana. Pesquisadores iranianos fizeram um estudo, durante dois anos, no ambiente de trabalho, com trabalhadores de uma indústria de azulejos e cerâmica.

Ruídos elevam o limite auditivo

O estudo foi realizado com 555 jovens trabalhadores que se expunham diariamente a ruídos durante oito horas de trabalho, e mostrou que o limite auditivo aumentou durante dois anos, mais frequentemente observado em 3000, 4000 e 6000 Hz.

O padrão de limite foi observado em 13 (2,34%) no primeiro ano e 22 (3,96%) no segundo ano, no ouvido direito; e 49 (8,83%) no primeiro ano e 63 (11,35%) no segundo ano, no ouvido esquerdo. Os mais afetados foram os trabalhadores com maior exposição a ruídos.

Ruídos no ambiente de trabalho aumentam risco de perda auditiva

Um estudo feito pela União Europeia mostrou que até 28% dos trabalhadores têm sido expostos a ruídos entre 85-90 dB. Apesar de não haver cura para perda auditiva, ela pode ser prevenida, especialmente se for causada por ruídos no ambiente de trabalho.

Os pesquisadores iranianos salientam a importância de se realizar programas de proteção auditiva no ambiente de trabalho, como prevenção para perda auditiva entre os trabalhadores, como também o uso de protetores auditivos.

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi realizada por pesquisadores da universidade Shahid Sadoughi University of Medical Sciences e publicada na revista científica The Scientific World Journal.

Fonte: Amigos da Audição

estacionamento gratuito com manobrista